A Prefeitura de Vilhena realizou na manhã desta quinta-feira, 29, a audiência pública referente aos gastos e ações do segundo quadrimestre de 2014. Todas as secretarias que compõem o poder executivo do município, com exceção da Saúde, que terá audiência própria no dia, 29, apresentaram seus relatórios.

SEMFAZ: A Secretaria Municipal de Fazenda trouxe dados referentes ao superávit do órgão que ficou em R$ 9 milhões. O valor arrecadado com o IPTU foi de R$ 3,6 milhões.

SEMOSP: O foco da Secretaria Municipal de Obras foi a limpeza de terrenos e vias urbanas bem como a reestruturação da rede elétrica, em especial na Avenida Melvin Jonas. A recuperação de vias não pavimentadas, que correspondem a cerca de 120 quilômetros apenas na área urbana, também foram destaques da apresentação.

SEMTRAN: O Trânsito abordou as melhorias na acessibilidade de calçadas e canteiros e o repasse do convênio no valor de R$ 48 mil, pagos mensalmente à Polícia Militar que realiza o trabalho de fiscalização e aplicação de multas.

SEMAGRI: Na Agricultura, a secretaria trouxe os resultados da parceria com o grupo JBS Friboi no reaproveitamento de insumos/adubos de origem animal que antes eram descartados e que agora contribuem no fortalecimento da fertilidade dos solos. Os empenhos na piscicultura já somaram mais de R$ 20 mil. Com relação às agroindústrias, as constantes reuniões com pequenos produtores rurais colaboram com o crescimento do setor.

SEMED: A Educação focou nos trabalhos realizados na educação infantil, como a construção da escola Proinfância, o repasse de R$ 70 mil para a Apae, pela educação inclusiva. Atualmente a rede municipal de educação atende 11 mil alunos. Deste total, 1.592 são dependentes do transporte escolar. A secretaria tem como uma das metas a conclusão da Escola de Ensino Fundamental Castelo Branco de 147, 15 m², orçada em R$ 200 mil.

SEMMA: A Secretaria Municipal do Meio Ambiente trouxe ações executadas com o repasse do IPTU Verde de quase R$ 41 mil, que incluíram aquisição de mudas, adubo e calcário, e plantio em ruas, avenidas e praças. Os projetos da Escola Seletiva, que orienta crianças sobre reciclagem e correta destinação dos resíduos sólidos, também foram abordados. No âmbito administrativo, a secretaria emitiu 27 certidões ambientais, 39 autorizações de corte de árvores e doação de 2.489 mudas.

SAAE: A autarquia teve orçamento aprovado para este ano em quase R$ 7 milhões. De janeiro até agosto, o órgão teve arrecadação de quase R$ 5 milhões. Este total representa 15% a mais que a média prevista. Durante a apresentação, foi reforçada a adesão da taxa de lixo que será cobrada na fatura da água, representando um acréscimo de 30% no valor da conta.

SEMEC: Os convênios foram os destaques da apresentação da Secretaria Municipal de Esporte. Para a Associação Vilhenense de Vôlei (AVV) foram destinados R$ 14 mil. Seis atletas individuais também receberam repasses da secretaria para participar de competições variadas somando R$ 22 mil até o momento. A secretaria ainda frisou a parceria na realização dos Jogos Intermunicipais de Rondônia (JIR), na qual Vilhena foi a sede, além do apoio logístico ao Vilhena Esporte Clube.

SEMTIC: A Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio reforçou a parceria com a Câmara dos Dirigentes Lojistas para a realização da Feneville, que ocorreu durante a Feira Agropecuária de Vilhena (Expovil). O convênio foi de R$ 20 mil. A secretaria se empenha no momento na realização de cursos de administração e finanças pela Casa do Empreendedor.

SEMAS: A Assistência Social abordou, entre temas variados, a manutenção da casa de apoio do município em Porto Velho. O local já recebeu repasse neste ano de R$ 56 mil e atendeu cerca de sete mil pessoas que têm a necessidade de fazer tratamentos de saúde na capital. Convênios com entidades não governamentais somaram R$ 90 mil, dentre elas a Comunidade Trindade Santa e o Lar do Idoso. O abrigo municipal já foi o lar provisório de 25 crianças este ano e os atendimentos no centro de reabilitação de menores somaram 95 prontuários. A Semas é responsável pela manutenção do Conselho Tutelar que neste ano já atendeu 360 crianças. Outro trabalho desenvolvido é o atendimento 80 deficientes físicos pelo Centro de Atendimento ao Deficiente Físico (CADEF) que tem recurso aplicado previsto em R$ 20 mil.

FUNDAÇÃO CULTURAL: Neste ano a fundação realizou, em parceria com a Semec, show e apresentações culturais nos 13 dias em que o município foi sede do JIR. A Associação Escola dos Músicos da Orquestra Municipal (Aemon) recebeu repasse de R$ 21 mil que já proporcionou a execução de cinco concertos, com a presença de maestros mundialmente conhecidos, além de aulas de música clássica que ocorrem todas as terças-feiras, no Centro Cultural. Para a realização da Expovil 2014 a Fundação Cultural repassou R$ 100 mil.

IPMV: O Instituto Municipal da Previdência Social obteve quase R$ 10 milhões em receita neste ano. Atualmente o instituto paga 228 servidores afastados por aposentadoria, pensões e auxílios.

SEMTER: O carro feche da secretaria tem sido o programa “Seja Dono do que é Seu” que promove a regularização fundiária. Neste ano 200 lotes foram regularizados com o empenho orçamentário de R$ 9 mil.

GABINETE DO PREFEITO: Repassou convênio no valor de R$ 6 mil à Diocese de Ji-Paraná, outro no valor de R$ 14 mil à Associação Ebenezer e repasse financeiro a Associação Comercial e Industrial de Vilhena (Aciv) na aquisição de câmeras de monitoramento no valor de R$ 125 mil.

 

Fonte: Semcom