Vilhena registrou 41 novos casos confirmados com covid-19. Foram identificados também 44 novos casos suspeitos, dois negativos e 133 recuperados. Dessa forma, Vilhena registra até as 19h de hoje: 2.098 casos confirmados de vilhenenses, nove positivados moradores de outras cidades, 31 óbitos de vilhenenses, seis óbitos de moradores de fora e 184 casos suspeitos. Há atualmente no município 288 casos ativos de moradores de Vilhena, bem como 1.779 já recuperados e oito transferidos.

Há 11 pacientes internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19, sendo cinco na UTI, dos quais dois com necessidade de respirador, um do sexo masculino com 68 anos e um do sexo feminino com 66 anos, bem como três na UTI sem necessidade de respirador, um do sexo feminino com 77 anos e dois do sexo masculino com 51 e 78 anos. Outros seis pacientes estão internados na Enfermaria da Central, sendo cinco do sexo masculino com 38, 53, 56, 58 e 65 anos anos e um do sexo feminino com 50 anos. Dos internados, todos têm resultado positivo para covid-19. A taxa de ocupação de leitos da Central de Atendimento à Covid-19 é de 30,6% (sendo 50% na UTI e 23% na Enfermaria).

A partir das 23h59 dessa sexta-feira, dia 14, serão suspensas a visualização das matérias publicadas no site da Prefeitura de Vilhena e desativadas as redes sociais da instituição. Essa ação tem efeito temporário por 90 dias, atendendo à lei eleitoral, e inclui também todas as páginas e perfis das secretarias e autarquias municipais, como Fundação Cultural e Saae – Serviço Autônomo de Água e Esgoto.

Mas, conforme permite a Emenda Constitucional nº 107/2020, a Prefeitura manterá a população informada sobre a calamidade pública de saúde por causa da pandemia do novo coronavírus. Para tanto, foi lançada a página “Prefeitura de Vilhena – Covid-19” no Facebook. Essa página servirá para divulgar, a partir de 15 de agosto, de forma exclusiva, tudo sobre a covid-19 em Vilhena. O boletim diário também passará a ser divulgado nesta nova página do Facebook. Acesse a nova página por esse link: https://www.facebook.com/vilhenacovid19/.

Outro canal pelo qual os vilhenenses podem receber informação sobre a covid-19 é o WhatsApp da Prefeitura. O cadastramento é simples. Basta mandar uma mensagem pelo aplicativo com a palavra “corona” para o telefone 3919-7081.

O Estado registrou até hoje 47,2 mil casos confirmados e 1.001 óbitos. No Brasil o número de casos confirmados já ultrapassou 3,278 milhões, com 106,5 mil mortes. No mundo são 21,3 milhões de casos confirmados e 763 mil mortes.

ATENDIMENTO – Pessoas que tenham sintomas ou se considerem suspeitas de ter covid-19 devem procurar os postos de Saúde em Vilhena. Aos fins de semana a unidade em funcionamento é a Afonso Mansur, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes (das 7h às 19h). Leia todo o protocolo de atendimento no link: http://www.vilhena.ro.gov.br/index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1411266.

DECRETO EM VIGOR – O principal decreto municipal que trata do combate à pandemia no município tem seu texto mais atualizado disponível em: http://www.bit.ly/decretocovid19vilhena.

DENÚNCIAS – Denúncias de descumprimento de normas de Saúde podem ser feitas pelos números: 190 da Polícia Militar (24h) ou 3322-1936 da Vigilância Sanitária (7h às 17h30, de segunda a sexta-feira).

MAPA – Veja mapa, gráficos e tabelas dos casos da cidade no Painel Covid-19 Vilhena disponível no site da Prefeitura, no menu “Serviços” e também pelo link  direto: www.bit.ly/painelcovidvilhena.

TESTES – Os testes podem ser feitos somente após encaminhamento médico de posto de Saúde. Para entender em detalhes como funcionam os testes disponíveis na cidade, tanto os de método rápido como de laboratório, leia a nota explicativa da Prefeitura em: www.bit.ly/testescovid19vilhena.

Cheque as informações antes de divulgá-las em grupos. Acompanhe o site e a página da Prefeitura de Vilhena no Facebook para ter acesso a informações corretas sobre a pandemia em Vilhena.

www.vilhena.ro.gov.br