Trabalhos de reposição já são programados pela própria empresa e estão em andamento

As empresas do consórcio APJ-ACIMA Engenharia, contratado pelo Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (Saae) da Prefeitura de Vilhena, têm realizado os serviços de reposição das calçadas e asfalto nas regiões onde estão sendo executadas as obras da rede de esgoto e água no município.

De acordo com a engenheira e diretora do departamento de Planejamento e Projetos da Autarquia, Mariane da Rosa, as reposições são realizadas pela própria APJ-ACIMA, após a execução das obras de saneamento básico.

“O trabalho de reposição já é programado pela própria empresa. Devido a isso, ela tem trabalhado com duas equipes diferentes. A primeira é responsável por realizar as escavações, as instalações e fechar as valas e após alguns dias a segunda equipe executa os reparos nas estruturas danificadas, como calçadas, asfalto ou retirada de entulho e terras”, explica Mariane.

Para solicitar os reparos, os moradores podem enviar fotos antes/depois com endereço do imóvel para o WhatsApp institucional do departamento de Planejamento e Projetos, 3321-3974. Deste modo, o pedido será oficializado e encaminhado diretamente para o setor responsável da empresa.

Com recursos oriundos do governo federal, esta primeira etapa da execução das obras de Implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário e Ampliação e Readequação do Sistema de Abastecimento de Água, estão orçadas em quase R$ 100 milhões. O investimento da Prefeitura nas duas obras como contrapartidas do município ultrapassam R$ 4,2 milhões.

Segundo Maciel Albino Wobeto, diretor geral da autarquia, por esse ser o maior conjunto de obras já executado em Vilhena, alguns transtornos podem ocorrer, como a interrupção temporária do fornecimento de água durante a obra.

“Os moradores que não possuem caixas d’água devem adquirir um reservatório para o seu imóvel, a fim garantir o abastecimento de água neste momento de adequações. Além disso, para que haja o bom funcionamento da rede de esgoto, pedimos para que a população não quebre ou danifique os Poços de Visitas, bem como não utilize as Caixas de Inspeções“, ressalta Maciel.