Seja bem vindo!

Segunda Via De Contas

Para Facilitar sua vida e evitar transtornos nós disponibilizamos a opção de Geração de segunda via de suas contas. Clique no Botão abaixo e Confira!
Gerar 2° Via

Saae realiza maior licitação da história de Vilhena: R$ 45,5 milhões serão investidos na 1ª etapa de implantação da rede de esgoto

Seis empresas participaram da habilitação, primeira fase do processo, que tem previsão de início de obras em abril

 

A maior licitação já realizada pelo município começou nesta terça-feira, dia 21, com seis empresas participantes. Através de transmissão ao vivo do certame pela internet, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) iniciou em sua sede a licitação da empresa que executará as obras da 1ª etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário, avaliada em R$ 45,5 milhões com recursos oriundos do Ministério de Desenvolvimento Regional, Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal.

A entrega de documentações das empresas participantes começou às 8h e, logo em seguida, começaram a análise de documentações para a fase de habilitação. Tanto a equipe técnica como os integrantes de cada empresa analisaram todos os malotes apresentados. As documentações agora serão analisadas junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). Caso seja constatada alguma irregularidade, a proposta correspondente será desclassificada.

A partir desta terça-feira, então, começou a contar o prazo de cinco dias úteis para apresentação dos pareceres técnico dos departamentos de engenharia, contabilidade e jurídico. Após, no dia 28 de janeiro, dá início o prazo para as empresas presentes no ato de entrega das documentações impetrarem recursos, casos desejem.

Para garantir mais transparência e dar a oportunidade da população vilhenense acompanhar a licitação de qualquer ponto da cidade, pelo segundo dia consecutivo a equipe da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), juntamente com a equipe de assessores do Saae transmitiram ao vivo todo o trâmite pelas mídias sociais.

A abertura da licitação da rede de esgoto é uma das mais esperadas, pois elevará o nível de desenvolvimento da cidade, atraindo mais empresas para investir na cidade, gerando emprego e renda e eliminando a possibilidade de no futuro de contaminação dos lençóis freáticos.

Seis empresas apresentaram documentos para participar do certame: (1) Consórcio APJ/CIMA (Paraná), (2) Construtora Vale do Ouro (Minas Gerais), (3) Sanecon – Saneamento e Construção Civil Eireli (Pará), (4) Consórcio Cosatel/Mam Engenharia Ltda (Cacoal), (5) Construtora Monte Negro (Minas Gerais) e (6) Consórcio SAA-Vilhena (Distrito Federal).

Segundo que informou os diretores do Saae, Maciel Wobeto, Sueli Magalhães e Paulo Coelho, a empresa vencedora nesta etapa construirá quatro Estações Elevatórias (EE) e uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), onde os efluentes domésticos serão tratados para se tornar água límpida, com capacidade de ser devolvida à natureza.

“No início não haverá nenhum transtorno para os moradores, visto que o projeto obras começará pela ETE, na zona rural lote 58 R-2-2B, próximo à Paz Ambiental. Nossa previsão é que as obras comecem em abril. No futuro, o esgotamento vai extinguir as fossas sépticas nas residências, que deverão ser desativadas e lacradas, já que os dejetos seguirão pela rede até chegar nas lagoas de tratamento”, explicou Maciel.

O prefeito Eduardo Japonês, que esteve no local, destacou que esta obra e a ampliação e readequação de água irão oferecer mais qualidade de vida aos vilhenenses. “Com uma água de boa qualidade, uma rede de esgoto sanitário, teremos benefícios para todos os setores, principalmente na área da saúde e no desenvolvimento da cidade”, destacou.

Deixe uma resposta