Além de ilegal, construção pode apresentar perigo a população e ocasionar acidentes

O Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (Saae) alerta a população de Vilhena que a construção de fossas sépticas, sumidouros ou valas de infiltrações nos passeios públicos é proibida, de acordo com o artigo 158 da Lei Municipal n° 125.

Segundo o diretor geral do Saae, Maciel Wobeto, o alerta é necessário neste momento em virtude de as equipes de obras da rede de esgoto estarem encontrando diversas fossas irregulares.

“Para que o projeto seja executado de forma correta é preciso a colaboração dos vilhenenses, pois além de ser ilegal, este tipo de construção em calçadas, ou até mesmo na via, pode apresentar perigo à população e ocasionar acidentes”, comentou.

A diretora do departamento de Planejamento e Projetos do Saae, Mariane da Rosa, orienta para que os moradores resolvam o problema antes que as obras de rede de esgoto cheguem na residência ou comércio que tenha a fossa em local inadequado.

“Para isso, é preciso realizar aterramento dessa fossa e construir um novo sistema em local adequado. Além de analisar em que tipo de solo o sistema está construído, a obra deve ser realizada dentro do terreno do proprietário, respeitando a distância e dimensão adequadas para evitar contaminações”, explicou.